Quando eu tento devolver
A cabeça pra dentro do corpo
E quando eu tento resolver
O que fazer com as minhas mãos
Quando eu tento decidir
Quem sou eu? Que horas são?
Quando eu tento entender
O que se passa a minha volta

Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você
Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você

Quando eu tento desvendar
O seu olhar de peixe morto
Quando eu tento respirar
O couro cabeludo
Quando eu tento esquecer
Tudo que você me fez
Quando eu tento ser bacana
Eu te odeio, Teodora

Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você
Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você

Quando eu tento cobiçar
A mulher dos outros
Quando eu tento a elegância
Eu babo na gravata
Quando eu tento o gol de placa
A bola vai na trave
Eu te odeio, Teodora
Mas não é nada pessoal!

Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você
Eu cuspo fogo; eu cuspo sangue;
eu cuspo adrenalina
Como eu adoro odiar você
publicidade