foto

Debaixo De Um Telhado Estranho

Professor Antena

Ontem à noite
da janelo do meu quarto
eu vi um anjo dançando
no meio da rua
Debaixo da garoa fina
o poste de iluminação
se fingindo de lua
pra um casal de namorados
inteiramente molhados e
perfeitos
indestrutíveis
como só os namorados podem ser
Perto de casa
o monstro museu
infante gigante,
de pernas vermelhas
me olha e me pede pra cantar
uma canção impossível
que cause pranto, que cause espanto
que cause dor, que cause riso
ele me pede pra cantar o
corredor do Paraíso
debaixo do chão até a
Consolação
O tempo é o agente da demolição
e está no centro das coisas,
cresce dentro de mim
Como o amor ou a fome
me obriga a passos mais arriscados

Tudo vai dar certo no final
e se não tiver certo é que o final
ainda não chegou
Ainda não chegou

Será que alguma vez
você já tentou chorar
e não conseguiu parar de rir?
Deitou debaixo de um telhado
estranho
ouvindo o tilintar da chuva e
pensando em voltar pra casa
Quando a barra pesa, ouça os
Guanabaras,
ou vejao pôr-do-sol na Barra da Tijuca
O anjo pousado em meu ombro
me mostra uma menina
travestida de menino
e uma menina travestida de mulher.
Uma menina travestida de menino
e uma menina travestida de mulher.
Desenha com os pés na água o
seu destino
Não sei se você sabia,
mas existem metais mais leves
do que o ar
Como o sax de Coltrane em A Love Supreme
ou essa força que suprime
esse desejo de perigo
dentro de mim.

Tudo vai dar certo no final
e se não tiver certo é que o final
ainda não chegou
ainda não chegou

Não posso oferecer nada de
certo ou duradouro
como ouro na boca de um
assassino.
Só posso ver o que enxergo
e enxergar até onde a vista alcança,
mas percebo uma vaga semelhança
entre o que há de melhor em mim
e de pior em meus piores inimigos.
O desejo corta minha boca
como um bisturi
e você ri de uma maneira que
me é estranha.
Perfeitos desconhecidos,
prefeitamente reconhecíveis
pois existem poucos tipos de
pessoa e muita maquiagem.
Eu não me lembro de um anjo
que não soubesse dançar.
Que não soubesse dançar.
Que não soubesse dançar.
Que não soubesse dançar.

Tudo, tudo vai dar certo no final
e se não tiver certo é que o final
ainda não chegou
ainda não chegou
publicidade