Com a ponta dos pés
para cima e para baixo
Um facho de luz
não posso esmorecer
No tempo do silêncio
Palavras são filhas
de Memória e de Poder

Por isso:
Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento
e não deixe
a luz se acabar
são Poder
Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento
e não deixe
a luz se acabar

Todo tempo tem sua razão
e cada casa sua ordem
tantas coisas que se perdem
porque tem que se perder
Emoções tão improváveis
todo sim e todo não
vendavais de atitudes
mudanças de direção

Por isso:
Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento
e não deixe
a luz se acabar
são Poder
Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento
e não deixe
a luz se acabar

Nuvens com calças
Pássaros
que não sabem voar
A vida é muito bela
pra gente
se especializar
Cobras, curvas, círculos
carolas entoando seus hinos e canções
Coisas pra lembrar
e coisas pra esquecer
Palavras são Memória
e palavras são Poder


Por isso: Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento e não deixe
a luz se acabar
são Poder
Belavoz me ilumine
e faça o povo dançar
Guie cada movimento
e não deixe a luz se acabar
publicidade