foto

Polares (Demo)

Déborah Blando

Passa e vai, vem e traz
Que outro dia acaba
Leva e solto, como assim
Tão fugaz vai embora
Bem e mal, céu no mar
Ilusão na terra
Dia e noite, solidão
Página virada

Sentimento, liberdade
Mais um dia no horizonte
Faça chuva, vem o sol
Não importa quem sou eu

Sinto a imensidão, um segundo na tua praia
Quero mergulhar em cada gota do teu mar
Sem explicação onde quer que você vá
Sempre imprevisível nossa troca é bipolar

Sim ou não, mas talvez
Ou quem sabe agora
Vou e volto, amnésia
Temporal na taça
Na areia da cidade
Madrugada afora
Entre e sai de questão
E aplaude a vaia

Flores nascem da verdade
E os sonhos vem da fonte
É desejo, puro bem
É de sorte quem provar

Um sorriso seu faz o meu dia brilhar
Tudo é possível, toda forma de amar
Sem explicação onde quer que você vá
Qual é o teu nome? Nossa troca é bipolar

Passa e vai, vem e traz
Que outro dia acaba
Leva e solto, como assim
Tão fugaz vai embora
Bem e mal, céu no mar
Ilusão na terra
Dia e noite, solidão
Página virada

Sinto a imensidão, um segundo na tua praia
Quero mergulhar em cada gota do teu mar
Sem explicação sei que um novo dia vai chegar
A tua luz é minha, a nossa troca é bipolar
publicidade
publicidade