foto

Contrato Assinado

Déborah Blando

Você esqueceu um detalhe
Não finja que não percebeu
O acaso falou o seu nome
Pensando no meu...

Não olhe prá mim
Com essa cara
Você ainda não entendeu
Eu nasci com o direito
A ser dona de tudo que é seu...

Eu tenho em minhas mãos
Esse contrato assinado
Com sangue derramado em papel
A chave é a escritura
De um palácio no inferno
Por um quarto e sala no céu...

Você quer vender, sua alma
Você quer vender, quanto é?
Você é dos meus, da minha laia
Então faça seu preço
E depois pague prá ver qual é...

Você já conhece essa lenda
Não finja que você não leu
Você anda cruzando demais
Seu caminho no meu
Não vejo motivo prá espanto
Há tempos que a lei é assim
Você só vai ganhar esse jogo
Se perder prá mim...

Eu tenho em minhas mãos
Esse contrato assinado
Com sangue derramado em papel
A chave é a escritura
De um palácio no inferno
Por um quarto e sala no céu...

Você quer vender, sua alma
Você quer vender, quanto quer?
Você é dos meus, da minha laia
Então faça seu preço
E depois pague prá ver qual é
Qual é?

publicidade
publicidade