foto

Ilariô (Toada para Madalena)

Oswaldo Montenegro

Canta que "Ilariô"
"Ilariô, Ilariô"
E a lua fez uma bacia de prata no mar
Vai, vento, e diz pra minha morena
Que a dor no meu peito não quer passar

Canta que "Ilariô"
"Ilariô, Ilariô"
Nós na beira no mar
E a lua fez uma bacia de prata no mar
Vai, vento, e diz à minha morena
Que a dor no meu peito não quer passar

Conta, vento, a ela da nossa alegria
Canta e ria da nossa toada
Viaja, vento, e sopra a melodia
Que é pra ela é dela nossa gargalhada

"Ilariô, Ilariô"
E a lua fez uma bacia de prata no mar
Vai, vento, e diz pra minha morena
Que a dor no meu peito não quer passar

Prepare a viola, separa a viola
Espera a morena cantando
O homem que eu sou vale nada
Mas o homem que eu fui tá voltando

E essa menina, essa menina
Mistura de mulher, canção e flor
Que morde as unhas por dentro
Que mata e morre de amor

Canta que "Ilariô"
"Ilariô"
Canta que "Ilariô"
"Ilariô"
publicidade