Avante xavante cante
Feito ai cantar-se o luar
Garagem fria constante
Pusesse mesmo a cantar

A voz de um Brasil distante
Que tanto diz quanto cala
Da dança do fogo, da fala
Da gente desse lugar

Avante xavante cante
O vento canta contigo
Não contente mais cantante
Como amante feito amigo

Irmão quem sabe bastante
Que a própria a manta partilha
Confiante na maravilha
De fazer-se ao leu o abrigo

Avante xavante cante
Viver é a própria cantiga
Viventes de agora e antes
Gigantes da lua antiga

A eterna lua elegante
Que dentro do peito viceja
No canto que nós só beija

Avante xavante cante
Avante xavante cante