Chico César

Mulhero

Chico César

Melhoro, mulhero
No quarador quando quero
Odara, Homero
Meu mar não tem lero-lero

Respiro, não paro
Em movimento espero
Severo, embora
Derrame flor quando choro

Defloro, me fauno, me vou pra fora
Defloro, me fauno, me vou pra fora

Adorno, adoro
A dor no ser não tolero
Meu forno, coivara
É danação Nhambikuara

Eu piro soy pero
Cadelo que tem três caras
Cérbero, desvairo
Mas piedade não imploro

Defloro, me fauno, me vou pra fora
Defloro, me fauno, me vou pra fora

Paquero, namoro
Minhas regras são minha tara
Sou Nero, manero
E boto fogo no fórum

Atiro na cara
Minha verdade ignara
Pioro, pá vira
A paz da urbe apavoro

Defloro, me fauno, me vou pra fora
Defloro, me fauno, me vou pra fora
publicidade