Entre A Serpente E A Estrela

Zé Ramalho

Há um brilho de faca
Onde o amor vier
E ninguém tem o mapa
Da alma da mulher...

Ninguém sai
Com o coração sem sangrar
Ao tentar revelar
Um ser maravilhoso
Entre a Serpente
E a Estrela...

Um grande amor do passado
Se transforma em aversão
E os dois lado a lado
Corroem o coração...

Não existe saudade
Mais cortante
Que a de um
Grande amor ausente
Dura feito um diamante
Corta a ilusão da gente...

Toco a vida prá frente
Fingindo não sofrer
Mas o peito dormente
Espera um bem querer
E sei que não será surpresa
Se o futuro me trouxer
O passado de volta
No semblante de mulher
O passado de volta
No semblante de mulher...


Envie essa música para um amigo

Album: Zé Ramalho (2003)
Gravadora: Sony Music
Ano: 2003
Faixa: 122
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Sinônimos (Ao Vivo)
  • 02 Garoto de Aluguel
  • 03 A Terceira Lâmina
  • 04 Cidadão
  • 05 A Terceira Lâmina / Banquete de Signos (Ao Vivo)
  • 06 Os Doze Trabalhos De Hércules
  • 07 A Peleja Do Diabo Com O Dono Do Céu (Album Version)
  • 08 A Peleja De Zé Limeira No Final Do 2º Milênio
  • 09 Justiça Cega
  • 10 Avohai