A verdadeira história sobre como Roberto Carlos perdeu a perna

, 10h57, por Amanda Ramalho
Reprodução Instagram

O rei Roberto Carlos, um dos maiores cantores do Brasil, traz para a memória dos fãs um grande acalento no coração durante todo o fim de ano, principalmente às vésperas do Natal.

E, toda a vez que tem especial de fim de ano com o Roberto, muitos se perguntam se é verdade que ele não tem uma perna. Pois acredite, ele realmente perdeu a perna direita quando criança.

Tudo aconteceu em 1947, no dia 26 de junho, na cidade de Cachoeiro do Itapemirim (ES), onde nasceu Roberto. Nesse dia comemoravam-se o Dia de São Pedro com uma grande festa.

O músico brincava com sua amiga Fifinha (Eunice Solino), próximo a uma linha férrea. Uma professora viu o dois muito perto dos trilhos e correu na direção das crianças, porém só conseguiu puxar a menina e o pequeno acabou caindo de costas. O trem, que vinha em alta velocidade, passou por cima da perna do garoto.

Com a demora no atendimento, uma pessoa tirou o paletó de linho branco que usava para estancar a hemorragia e evitar algo mais trágico.

A próposito, esse trecho é retratado na música "O Divã", algo raro, já que Roberto nunca gostou de falar sobre o assunto:

"Relembro bem a festa, o apito
E na multidão um grito
O sangue no linho branco
A paz de quem carregava
Em seus braços quem chorava".

O homem de paletó branco, chamado Renato Spíndola, levou Roberto para a Santa Casa de Misericórdia. Por lá, médicos os avaliaram e foi constatado que todos os nervos da perna haviam sido cortados e por isso ele não sentia dor ou chorava.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo da música. Curta a nossa página no Facebook!

Ouvir músicas de Roberto Carlos