foto

Do Jeito Que Tá Não Dá

Jorge e Mateus

Hoje, ninguém fala a palavra saudade
Eu patenteei nos dois cartórios da cidade
Hoje, a saudade do mundo é minha
Exclusivamente minha

Tô com a impressão
Que tem gente olhando esquisito pra minha sacada
Essa noite chorei, regacei, o volume no sonzin da sala
Trinta e duas horas sem dormir, e você nem quis saber de nada

Do jeito que tá não dá
Pedi folga, não vou trabalhar
Eu nem quero sair do quarto
Hoje, eu viro parte do cenário

Vai me deixando pra lá
Cê não cansa de me empurrar
Tá me dando assim de mão beijada
Pra qualquer pessoa interessada
Eu aceito tudo porque você é meu tudo
Mesmo eu sendo seu nada

Hoje, ninguém fala a palavra saudade
Eu patenteei nos dois cartórios da cidade
Hoje, a saudade do mundo é minha
Exclusivamente minha

Tô com a impressão
Que tem gente olhando esquisito pra minha sacada
Essa noite chorei, regacei, o volume no sonzin da sala
Trinta e duas horas sem dormir, e você nem quis saber de nada

Do jeito que tá não dá
Pedi folga, não vou trabalhar
Eu nem quero sair do quarto
Hoje, eu viro parte do cenário

Vai me deixando pra lá
Cê não cansa de me empurrar
Tá me dando assim de mão beijada
Pra qualquer pessoa interessada
E eu aceito tudo porque você é meu tudo
Mesmo eu sendo seu nada
E eu aceito tudo porque você é meu tudo
Mesmo eu sendo seu nada
publicidade