Moro Longe

Vanessa da Mata

Você me chama como quem diz: "Logo Ali"
Saindo agora eu chego só três horas lá
Três conduções, olhar um sorvete e não tomar
Levar um lanche e só chegar na madrugada
Desbravamente, expedição, confusão
Só um beijinho, sinto muito, não vai ser bom
Um copo d’água, um cafuné pra começar
Há alguma hora, se Deus quiser,
Eu vou chegar...

Quero pão novo, pouca conversa, uma casa aberta
Um ótimo vinho
Flores do campo, banho quentinho
Uma sobremesa, um atrevimento
Dedicação, muito carinho
Derretimentos pra compensar, pra compensar
Eu moro longe no fim do mundo
Se eu for ai, faça valer à pena
Porque moro longe, lá onde ninguém vai
Se eu for ai, faça valer à pena,
Faça valer à pena...

Quero pão novo, pouca conversa, uma casa aberta
Um ótimo vinho
Flores do campo, banho quentinho
Uma sobremesa, um atrevimento
Dedicação, muito carinho
Derretimentos pra compensar, pra compensar
Porque moro longe no fim do mundo
Se eu for ai, faça valer à pena
Porque moro longe, onde ninguém vai
Se eu for ai, faça valer à pena,
Valer à pena, valer à pena,
Faça valer à pena...


Bicicletas, Bolos E Outras Alegrias
Album: Bicicletas, Bolos E Outras Alegrias
Gravadora: Sony Music Entertainment
Ano: 2010
Faixa: 10
  • publicidade