foto

Um Par Ímpar (feat. Zélia Duncan)

Paulinho Moska

Um par ímpar
Um par ímpar

Somos um par ímpar
Somos um mais um
Nós dois somos mais um
No meio em nossa multidão

Somos um par ímpar
Somos som em todos os canais
Na rede, em rádio e na televisão

Somos o plural e o singulares
Somos todos os lugares
Onde ontem é amanhã

Somos um dupla de solistas
Somos mágicos artistas
Irmão, irmão

Um par ímpar
Um par ímpar

Somos a canção da natureza
Somos loucos por beleza
E do que ela é capaz

Somos uma onda diferente
Se você quer vir com a gente
Traga amor e mais

Somos a coerência do absurdo
Nada existe igual no mundo
Tudo insiste em nos caber

Somos a fogueira da esperança
Somos de todas as crenças
Somos nós, somos vocês

Um par ímpar
Um par ímpar

Somos a alegria do infinito
Somos o silêncio, o grito
Ninguém pode nos calar

Somos ventania na varanda
Somos roda de ciranda
Coroa e cocar

Somos a energia do universo
Somos prosa, somos verso
Da poesia inaugural

Somos essa luz que atravessa
Somos tempo que não cessa
Mesmo no final

Um par ímpar
Um par ímpar

Somos transparência no espelho
Somos verde, azul, vermelho
E outras cores que pintar

Somos cada madrugada fria
Somos sol do meio-dia
Prontos pra brilhar

Somos o concreto e o abstrato
Somos lenda, somos fato
E o que não aconteceu

Somos a delícia dos desejos
Todos sexos, todos beijos
Você e eu

Um par ímpar
Um par ímpar

Somos dia claro, noite alta
Tudo sobra, tudo falta
Nada vai nos apagar

Somos o que dura um segundo
Somos rasos, somos fundos
Sem medida pra contar

Somos dois amigos, dois amores
Dois sorrisos, dois cantores
Somos um a nos somar

Somos um mais um num par que sonha
Unitários sem vergonha
A multiplicar



Enviada por leninha78


publicidade
publicidade