Mano Brown e Karol Conká comentam racismo de Youtuber

, 10h54, por Alexandre Murari
Divulgação

Após publicar em seu Twitter que o jogador de descendência africana Mbappé, da seleção francesa, poderia "fazer uns arrastão top hein (sic)”, o youtuber Cocielo, do Canal Canalha, foi duramente criticado pelo comentário e, posteriormente, outros tuítes explicitamente racistas foram recuperados pelos internautas.

→ Alcione é internada em hospital de SP e passa por cirurgias

→ Ex-RBD, Perroni pede "dicas de atuação para o Neymar"

Os rappers Mano Brown, dos Racionais Mc’s, Dexter, ex-509-E, e Karol Conká também criticaram e mandaram recado a Cocielo:

"Racista finge que se arrepende quando perde dinheiro ou status. No fundo continua odiando os negros e desejando a morte deles. É preocupante ver grandes marcas apoiando esse tipo de gente pensando somente em números. Esse país está uma merda!", escreveu a cantora curitibana em seu Twitter.

Já os paulistanos Mano Brown e Dexter foram ao Instagram para expor a suas opiniões sobre o caso. Em uma publicação em sua página com alguns dos tuítes preconceituosos do youtuber, Dexter escreveu em tom de quem manda um recado: “SÓ QUEM É Q VIVE E SABE O Q É SER. O RESTANTE, NEM IMAGINA”, dizendo também para aqueles que defendem que as publicações racistas de Cocielo foram apenas piadas.

Nas respostas da publicação, Mano Brown deixou a sua opinião sobre o assunto: "Depois que inventaram desculpa nunca mais morreu ninguém kkkkk. Uma hora nois cruza ele.", em alusão aos pedidos de desculpas que o youtuber publicou. Confira as desculpas abaixo: