Nando Reis

Para Querer

Nando Reis

Para querer

Cascas a sua casa
Pernas as suas patas
Filhos igual caroços
No berço fóssio,no gelo sol
Netos ao redor
Saiba o pior
Para querer
Vacas mas sem vogal
Guerra vezes pulmão
Noite, adubo, irmãos
O avô minério
Na unha pedra
Na testa tem motor
Ligado no ar
Ligado não vai desligar
Não vai desligar
publicidade