foto

Espera a Primavera

Nando Reis

Todo amor
Encontra um lugar
Seja aonde for
Custe o que custar

É só se dispor
Se libertar
Sem nenhum pudor
Sonhar e desejar

Sem regra e nem trégua
Sem régua ou comparação
Espera a primavera
Se apronta que no fim das contas
Na outra ponta vai ter alguém
Pra lhe dar a mão

Todo amor
Existe no ar
É multicolor
É primordial

Não dá pra impor
Nem pra controlar
Nenhum extintor
Vai apagar ou debelar

Sem regra e nem trégua
Sem régua ou comparação
Espera a primavera
Se apronta que no fim das contas
Na outra ponta vai ter alguém
Pra lhe dar a mão

Quando o sol de ouro
Voltar a brilhar
E o mundo todo em alvoroço
Puder de novo se encontrar
Vou te buscar em casa
Vou acalmar sua aflição
Vou te beijar, te abraçar
E acender o meu fogo
No seu coração

Todo amor
Encontra um lugar
Seja aonde for
Custe o que custar

Sem regra e nem trégua
Sem régua ou comparação
Espera a primavera
Se apronta que no fim das contas
Na outra ponta vai ter alguém
Pra lhe dar a mão

Quando o sol de ouro
Voltar a brilhar
E o mundo todo em alvoroço
Puder de novo se encontrar
Vou te buscar em casa
Vou acalmar sua aflição
Vou te beijar, te abraçar
E acender o meu fogo
No seu coração

Quando o sol de ouro
Voltar a brilhar
E o mundo todo em alvoroço
Puder de novo se encontrar
Vou te buscar em casa
Vou acalmar sua aflição
Vou te beijar, te abraçar
E acender o meu fogo
No seu coração

No seu coração
No seu coração
publicidade