foto

Oh Pai (ao vivo)

Molejo

Oh Pai, manda dinheiro!
Cidade grande é diferente.
Aqui 50 conto não deixa ninguém contente.

Oh Pai, na faculdade até que eu me aguento.
Mas o fim de semana estourou meu orçamento.

Fui num tal de camarote, o trem é bom demais.
Mandei descer cerveja, até baldinho os homi trás.
Whisky, energético, as meninas vem ni mim.
Pai, cê tem que ver a conta que veio no fim.

Oh pai, vou te contar,
Não vai ficar barato.
Mas quando eu me formar,
Eu prometo que eu te pago.

Vendi mais uns bois,
E manda o dinheiro pra cá.
Mas manda até na quinta,
Que na sexta é dia de nóis farrear.

Oh pai, vou te contar,
Não vai ficar barato.
Mas quando eu me formar,
Eu prometo que eu te pago.

Vendi mais uns bois,
E manda o dinheiro pra cá.
Mas manda até na quinta,
Que na sexta é dia de nóis farrear.

Oh pai, oh pai.

Oh Pai, manda dinheiro!
Cidade grande é diferente.
Aqui 50 conto não deixa ninguém contente.

Oh Pai, na faculdade até que eu me aguento.
Mas o fim de semana estourou meu orçamento.

Fui num tal de camarote, o trem é bom demais.
Mandei descer cerveja, até baldinho os homi trás.
Whisky, energético, as meninas vem ni mim.
Pai, cê tem que ver a conta que veio no fim.

Oh pai, vou te contar,
Não vai ficar barato.
Mas quando eu me formar,
Eu prometo que eu te pago.

Vendi mais uns bois,
E manda o dinheiro pra cá.
Mas manda até na quinta,
Que na sexta é dia de nóis farrear.

Oh pai, vou te contar,
Não vai ficar barato.
(Mas quando eu me formar,)
Eu prometo que eu te pago.

Vendi mais uns bois,
E manda o dinheiro pra cá.
(Mas manda até na quinta,)
Que na sexta é dia de nóis farrear.
Oh pai, oh pai.
Oh pai, oh pai.
Oh pai, oh pai.
Oh pai, oh pai.
Oh pai, oh pai.
Oh pai, oh pai.

compositores: Lucas Cabreira,Vinicius Minelli,Lourival Antunes
publicidade
publicidade