Eles querem meu sangue na taça
Eu até acho graça
Isso não é uma ameaça
É a temporada de caça
Karol Conka dona do Lalá
Do próprio nariz e tudo que eu criar
Pode até tentar me imitar
Assume que odeia me amar
Você não consegue evitar
Você não consegue me rotular
Pra nos levantar precisei tombar
Me cansei de quem fala de empoderar
Pra se aproximar pra se apropriar
Quer falar de superação
Muito prazer sou a própria
Uma em um milhão
Original sem cópia

Sem me comparar eu não vou mudar nem me rotular
Original sem cópia original sem cópia
Sem me comparar eu não vou mudar nem me rotular
Original sem cópia original sem cópia

Mais um que passou só mais um que passa
Tem que ter habilidade na caça to a vontade levantando a taça
Fique ligeiro sempre tem quem faça
Achou que eu ia desistir vai ter que engolir
Pois eu nao cheguei até aqui pra nao existir
Eu bem que te avisei criei minha própria lei
Eu sei o que passei
No meu reino não tem rei no meu reino não tem rei
Quer falar de superação
Muito prazer sou a própria
Uma em um milhão
Original sem cópia

Sem me comparar eu não vou mudar nem me rotular
Original sem cópia original sem cópia
Sem me comparar eu não vou mudar nem me rotular
Original sem cópia original sem cópia
publicidade
publicidade