foto

Mal Nenhum

Karol Conka

Toma cuidado, não cai nessa pira
Tô acostumada a andar na mira
Tô pelo certo, universo conspira
Quando menos perceber, o jogo vira

Decifrei
Tão rápido sem delay
Querem que eu pare, eu sei
Não me compare a ninguém
Tão tentando entender
Tão difícil de entender
Tudo que fiz e farei
Cicatrizes que deixei

Não é sobre mim
Toda essa amargura aê
Enquanto parece que não tem fim
Busco formas de dissolver
Então, vai lá resgatar o que eu te dei
Tem mais do que pensa que eu te dei
Mas nem todo mundo sabe
Mas nem todo mundo sabe

Eliminado de ontem
Já nem me vejo no ontem (o que eu vivi, eu sei)
O que eu tô vivendo hoje
Me ajuda a chegar longe (so far away)
Vai lá resgatar o que eu te dei
Tem mais do que pensa que eu te dei
Mas nem todo mundo sabe
E também querem nem saber

Toma cuidado, não cai nessa pira
Tô acostumada a andar na mira
Tô pelo certo, universo conspira
Quando menos perceber, o jogo vira

Sem essa, tô sem muita pressa
Sei que mal nenhum vai me pegar (nã-nã-nã, ah)
Pra onde eu ando, batucada bate até de manhã
Pra onde eu ando, eu nunca tive lá (nã-nã, ah)

Passei, ó, tudo bem, mas eu passei só
Okay, ó, toda essa marra pra quê, ó?
Tête-à-tête é pow-pow
Se atravessa é pow-pow
Mais uma fase é pow-pow
Sem pretensão, sobrevivendo ao pow-pow

Eliminado de ontem
Já nem me vejo no ontem (o que eu vivi, eu sei)
O que eu tô vivendo hoje
Me ajuda a chegar longe (so far away)
Vai lá resgatar o que eu te dei
Tem mais do que pensa que eu te dei
Mas nem todo mundo sabe
E também querem nem saber

Toma cuidado, não cai nessa pira
Tô acostumada a andar na mira
Tô pelo certo, universo conspira
Quando menos perceber, o jogo vira

Mal nenhum vai me pegar
Mal nenhum vai (o jogo vira)
Mal nenhum vai me pegar
Mal nenhum vai (o jogo vira)
Mal nenhum vai me pegar
Mal nenhum vai (vira)
Mal nenhum vai me pegar
Mal nenhum vai
publicidade
publicidade