De Amor Eu Morrerei

Gal Costa

Nos acordes da sanfona
Vou tentando esuqecer
quem eu amo está tão longe
E eu não sei quando vou ver

Foi-se embora pra bem longe
Não deixou nenhum adeus
Os meus olhos sempre choram
Ao lembrar dos olhos teus

Mesmo estando tão distante
Tenho perto em pensamento
Por amar tanto assim
A minha vida é um tormento

Vou chorando minhas mágoas
Até quando eu não sei
Se é verdade que o amor mata
Ai, de amor eu morrerei


Obras-Primas
Album: Obras-Primas
Gravadora: Universal Music International Ltda.
Ano: 2012
Faixa: 9
  • publicidade