Para, senta um pouco, se aquieta
Tudo tem o seu tempo
Nesse mundo tão louco
Onde o ar é escasso
Tudo o que eu mais preciso
É poder respirar

Trago aqui dentro do meu peito
Arranhões invisíveis
Onde a dor me alucina
E o cansaço persiste
E uma pausa é preciso
Pra me reconstruir

Busco em minha volta um refúgio
Um alento, uma cura
Um lugar de descanso
Ter meu ar novamente
Pra seguir em frente
E voltar a sonhar

Pois eu tenho vida, tenho força
E muito a fazer
Tenho amor para dar
E canções pra escrever
O lugar de refúgio onde encontro descanso
É meu Deus
Descanso é meu Deus

Eu me escondo em Ti
Me refazes a alma
Tens o meu coração
Totalmente ancorado
Estou firmado em Ti
E sei que jamais eu estarei só
Não estarei só
Só preciso de ar
publicidade