Primeiro Samba

Diogo Nogueira

O primeiro samba que eu fiz,
Foi pra me salvar
Quando vida era por um triz,
Eu deixei levar

É coisa de Deus, é minha missão
A mão na viola e o pé na profissão
E a cabeça feita por esse maravilhoso mundo cão

A benção do pai, o choro da mãe
Espera que eu vou voltar
E até hoje eu estou por aqui
Brincando com meus sonhos
E na realidade o tempo não parou

E o sol nasceu pra todos
Que trafegam pelas ruas
Nem todo mundo nasce
Virado para lua

Tem que fazer por mecrecer
Tem que cumprir com sua parte
E a Deus agradecer
A importância dessa arte

De tocar e cantar samba
De tocar e cantar samba
De tocar e cantar

O primeiro samba que eu fiz,
Foi pra me salvar
Quando vida era por um triz,
Eu deixei levar

É coisa de Deus, é minha missão
A mão na viola e o pé na profissão
E a cabeça feita por esse
Maravilhoso mundo cão

A benção do pai, o choro da mãe
Espera que eu vou voltar
E até hoje eu estou por aqui
Brincando com meus sonhos
E na realidade o tempo não parou

E o sol nasceu pra todos
Que trafegam pelas ruas
Nem todo mundo nasce
Virado para lua

Tem que fazer por mecrecer
Tem que cumprir com sua parte
E a Deus agradecer
A importância dessa arte

De tocar e cantar samba
De tocar e cantar samba

Você deve notar
Que não tem mais tutu
E dizer que não tá preocupado
Não negligência não
Ninguém faz samba só porque prefere
Samba


Mais Amor
Album: Mais Amor
Gravadora: EMI Brazil
Ano: 2013
Faixa: 11
  • publicidade