foto

Flor de Caña

Diogo Nogueira

Abri a janela
Um raio de sol invadiu minha casa
Um anjo sem asa
É ela

A bela e a fera
Enredo do samba da Vila Matilde, Nenê
Eu canto você, Portela

Vou levar em Madureira
Vou levar lá na favela
Vou levar no Cacique de Ramos
Ela vai conhecer meus amigos e manos
Que é pra ela me conhecer

E nessa novela
Passei de bandido a protagonista
Surfista no flow, sambista

Artista do front
Por mais que eu conte
Ninguém acredita
É a mais bonita
Bonita

O meu santo se assanha
Perfume da minha Flor de Caña
Morri no mojito da tchica, ai ai
Paixão é o silêncio que grita
Embriagados de prazer

Moça bonita
A mais bonita é ela
Ela é a mais bonita

Moça bonita
A mais bonita é ela
Ela é a mais bonita
publicidade
publicidade