foto

O After do Fim do Mundo

Clarice Falcão

O mundo acabou
Não foi explosão
Foi bem aos poucos, ninguém percebeu
E o que sobrou
É prorrogação
De um jogo que a gente já perdeu

Bem-vindos ao after do after do after do fim do mundo
Bem-vindos ao after do after do after do after do after do after do after
Bem-vindos ao after do after do after do fim do mundo
Bem-vindos ao after do after do after do after do after do after do after

Eu sou a xepa, você é a xepa
Eu sou a xepa, você é a xepa
Eu sou a xepa, você é a xepa

Me chama, me chama, me chama, me ch-chama

Seu rosto, seu resto, seu rastro
Seu gosto, seu gesto, seu gasto
Entre tratos e retratos
Se desfazem em pedaços
Disfarçando os fatos
Protegendo fetos
E tirando fotos fúteis, fotos fúteis, fotos fúteis, fúteis, fúteis
Em festas como essa (fúteis)

Olha em volta, curte o fim
Aproveita enquanto acaba (se é que não acabou)
Olha em volta, curte o fim
Aproveita que estamos fritos, que estamos fritas, deixam-nos

Eu sou a xepa, você é a xepa
Eu sou a xepa, você é a xepa
Aqui a xepa virou a xepa

Bem-vindos ao after do after do after do fim do mundo
Bem-vindos ao after do after do after do after
Bem-vindos ao after do after do after do fim do mundo
Bem-vindos ao after do after do after do after do after do after do after do after
publicidade