Todo O Amor Que Houver Nessa Vida

Caetano Veloso

Eu quero a sorte
De um amor tranqüilo
Com sabor de fruta
Mordida
Nós na batida
No embalo da rede
Matando a sede na saliva

Ser teu pão , Ser tua comida
todo o amor que houve nessa vida
E algumtrocado pra dar garantia

E ser artista
No nosso convívio
Pelo inferno e céu

Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio
Em melodia

Ser teu pão , Ser tua comida
todo o amor que houve nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio
O mel e a ferida
E o corpo interior feito um furacão
Boca , nunca , mão
E a tua mente não
Ser teu pão , Ser tua comida
todo o amor que houve nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

Envie essa música para um amigo

Album: Totalmente Demais (1986)
Gravadora: Polygram
Ano: 1986
Faixa: 15
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Você Não me Ensinou a te Esquecer
  • 02 O Leãozinho
  • 03 Sozinho
  • 04 Alegria, Alegria
  • 05 A Bossa Nova É Foda (Multishow Ao Vivo)
  • 06 Totalmente Demais
  • 07 Eclipse Oculto (Multishow Ao Vivo)
  • 08 Quando Eu Penso Na Bahia
  • 09 Se Todos Fossem Iguais a Você
  • 10 Não Enche