foto

Serpente

Alice Caymmi

Eu tenho os meus defeitos
É um direito meu
Um aperto no peito que me faz cantar
Se eu amei um dia é problema meu
A verdadeira história
Quem conta sou eu

E vai acreditar quem têm juízo

Não eu tenho o direito de me expressar
E viver do jeito que eu quiser viver
Pois mesmo nas medidas é de se esperar
O medo é na ferida
Mas eu digo não
Mas eu digo não
Mas eu digo não

Você domina tudo que me controlar
Narcisismo puro vai me sufocar
Como uma serpente vê se enrolar
Mas eu entrei na dança
Você vai pagar

E para de apertar o meu juízo

Não eu tenho o direito de me expressar
E viver do jeito que eu quiser viver
Pois mesmo nas medidas é de se esperar
O medo é na ferida
Mas eu digo
publicidade
publicidade