Alcione

Coração De Pedra

Alcione

Não chore não
que eu vou saindo porta fora e até mais
É a razão
quem manda agora que eu procure os meus iguais
Acreditei, vejo que errei, você nunca me quis
quis me julgar, me consertar, mas não me fez feliz
E eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
Você se ama
e em sua própria chama há de se consumir

Não chore não, não chore não
que eu vou saindo porta fora e até mais
É a razão
quem manda agora que eu procure os meus iguais
Acreditei, vejo que errei, você nunca me quis
quis me julgar, me consertar, mas não me fez feliz
E eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
você se ama
e em sua própria chama há de se consumir

Mesmo que eu me perca em descaminhos
pra sofrer a dois, sofro sozinho
Quem possui de pedra o coração
é infeliz por profissão
Não quer se abrir
pra não se dar
e eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
Você se ama
e em sua própria chama há de se consumir

Mesmo que eu me perca em descaminhos
pra sofrer a dois, sofro sozinho
Quem possui de pedra o coração
é infeliz por profissão
Não quer se abrir
pra não se dar
e eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
Você se ama
e em sua própria chama há de se consumir

Eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
Você se ama
e em sua própria chama há de se consumir

Eu vim pra acrescentar
e não pra dividir
Você se ama
e em sua própria chama há de se consumir
publicidade