foto

Sua Cara

Zélia Duncan

Sua cara tá grudada em mim
Eu lavo meu rosto
Eu envelheço
Eu recomeço
Eu choro no escuro
Eu não te procuro por aqui
Mas sua cara tá grudada em mim

Sua cara tá grudada em mim
Eu lavo meu rosto
Eu envelheço
Eu recomeço
Eu choro no escuro
Eu não te procuro por aqui
Mas sua cara tá grudada em mim

Minha voz guarda seus gostos
Minhas mãos e unhas
Arranham, imitam as unhas suas

Não vou seguir seus passos
Não vou pedir seu braço
Mas sua cara tá grudada em mim

Sua cara tá grudada em mim
Eu lavo meu rosto
Eu envelheço
Eu recomeço
Eu choro no escuro
Eu não te procuro por aqui
Mas sua cara tá grudada em mim

Minha voz guarda seus gostos
Minhas mãos e unhas
Arranham, imitam as unhas suas

Não vou seguir seus passos
Não vou pedir seu braço, não
Mas sua cara tá grudada em mim

Já entendi
Que vai ser sempre assim
Sua cara tá grudada em mim
publicidade