foto

O que Mereço

Zélia Duncan

Vem a noite como fosse um beijo doce
Arde, arde
Arde a tarde como fosse o sol

Faz calor e eu espero
Que esse céu desabe, desabe
Quem não sabe
O rosto sabe o véu

E eu só quero o que mereço
Nem um mar a mais, nem uma gota a menos
Nem um grão a mais, nem um deserto a menos

Faz um tempo e eu espero
Que esse nó desate, desate
Quem não sabe
O doce sabe o fel

E eu só quero o que mereço
Nem um dia a mais, nem um segundo a menos
Nem um choro a mais, nem um sorriso a menos
Nem qualquer palavra, nem um sentimento
Nem olhar pra tás, nem arrependimento

É uma pena que nós só nos conhecemos hoje
Já faz tempo que eu procuro por você

E eu só quero o que mereço
Nem final feliz, nem triste recomeço
Nem andar pensando em dar o outro passo
Nem ter que ficar medindo o meu abraço
Nem olhar pro lado e ver a porta aberta
Nem pensar se eu escolhi a estrada certa

Vem a noite como fosse um beijo doce arde
publicidade