foto

Mesmo Que Mal Eu Diga

Zélia Duncan

Mesmo que mal eu diga, me abrigue não negue
Não brigue entregue-me mel
Mesmo que te fira, agrida
O sal também cura, se liga e faça-se meu

Mesmo que mal eu diga, me abrigue não negue
Não brigue entregue-me mel
Mesmo que te fira, agrida
O sal também cura, se liga e faça-se meu

Mesmo que não precise, tente sinta não
minta, invente o céu
Mesmo que não decida subir a subida do
Coração teu que bate no meu
Que bate, que bate, que bate no meu

Mesmo que mal eu diga, me abrigue não negue
Não brigue entregue-me mel
Mesmo que te fira, agrida
O sal também cura, se liga e faça-se meu

Mesmo que não precise tente sinta não
minta invente o céu
Mesmo que não decida subir a subida do
Coração teu que bate no meu

Olha aqui
Baixe-me teu olhar
Veja-me bem, olhe-me mais
Veja, veja
Não é questão de lugar
É uma questão de olhar, de olhar
publicidade
publicidade