fotos de Zeca Pagodinho

Zeca Pagodinho

Samba, Pagode

Requebra Morena

Zeca Pagodinho

Credo em cruz, assim não dá pra respeitar o nono
mandamento}
{Olha aí, que coisa hem?}
Requebra morena bonita eu quero ver
Vai lá, vai sambar, vai mostrar o seu dossiê.
Vai fundo que tem vagabundo enchendo o pote
Querendo esse rabo de saia esse decote
Rebola, sacode Carol, eu quero ver
Eu fico de olho eu conheço o Metiê
Só chego quando já tem nego armando o bote
Querendo sair com a cabrocha no pinote

Mas qual o quê? A moçada não paga nem place
Que a morena é banquete pra bufê
Com garçom à rigor, servindo scot
No meu apê, já bateu empresário de tv
Mas a nega diz que não tem cachê
Que lhe pague o meu beijo no cangote
Só sei dizer que a morena onde vai, tem comitê
Todo mundo faz fila no guichê
E eu só fico a assistir de camarote
Requebra morena
Refrão
Seu balancê, onde passa provoca um fuzuê
Seu vestido curto de pricê
Deixa ver boa parte do seu dote
E quem me vê, manda logo uma frase de clichê
Meu amigo, não dá pra entender
Isso é muita mulher pra esse fracote
Veja você, só pilota avião quem tem brevê
Quando a moça ocupou o meu sumiê
Gostou tanto que quer fazer um Pixote
Requebra morena
Refrão
Mas qual o quê? A moçada não paga nem place
Que a morena é banquete pra bufê
Com garçom à rigor, servindo scot
No meu apê, já bateu empresário de tv
Mas a nega diz que não tem cachê
Que lhe pague o meu beijo no cangote
Só sei dizer que a morena onde vai, tem comitê
Todo mundo faz fila no guichê
E eu só fico a assistir de camarote
{Veja você.}
{Como é que pode?!}
{Balança o cofrinho pra rapaziada}
{iiiiiiiiii, tá bonito}
{Requebra comadre}
Refrão



Album: Samba Pras Moças (2002)
Gravadora:
Ano: 2002
Faixa: 12
  • publicidade