Nega Dina

Ze Renato, Moacyr Luz, Jards Macalé & Guinga

A Dina subiu o morro do Pinto
Pra me procurar
Não me encontrando, foi ao morro da Favela
Com a filha da Estela pra me perturbar

Mas eu estava lá no morro de São Carlos
Quando ela chegou
Fazendo um escândalo, fazendo quizumba
Dizendo que levou meu nome pra macumba

Só porque faz uma semana
Que não deixo uma grana pra nossa despesa
Ela pensa que minha vida é uma beleza
Eu dou duro no baralho pra poder viver

A minha vida não é mole, não
Entro em cana toda hora sem apelação
Eu já ando assustado, sem paradeiro
Sou um marginal brasileiro
  • publicidade