Um Corpo Que Sai

Zé Ramalho

Não quero que fique
Do lado da dor
Nem que sodomize
Um ato de amor
Nem quero mãos frias
Onde se queimou
Tanto um coração
Mas um corpo sai
Como também sai
O do desertor
Todo aquele amor
Mas aquela carne
Que tanta voragem
Se nos impregnou
Não é muito tempo
Não é muito cedo
Para sempre nua
Com medo estarás
Antes de dormir
Com ou sem ninguém
Algo pensarás

Envie essa música para um amigo

Album: Zé Ramalho (2003)
Gravadora: Sony Music
Ano: 2003
Faixa: 82
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Sinônimos (Ao Vivo)
  • 02 Garoto de Aluguel
  • 03 A Terceira Lâmina
  • 04 Cidadão
  • 05 A Terceira Lâmina / Banquete de Signos (Ao Vivo)
  • 06 A Peleja Do Diabo Com O Dono Do Céu (Album Version)
  • 07 Os Doze Trabalhos De Hércules
  • 08 A Peleja De Zé Limeira No Final Do 2º Milênio
  • 09 Justiça Cega
  • 10 Avohai