Rap-Xote Esotérico

Zé Ramalho

Eu acho que essa longa e tortuosa avenida
É mais do que a estrada sinuosa da vida
Eu penso, você pensa, todo mundo se engana
Há mais felicidade na pessoa que ama

A morte, quando chega, tudo, tudo entristece
É mais do que aquilo tudo que se conhece
É mansa como um rio, como pura vingança
Miragem combinada, moço, velho e criança, é

Estamos de passagem pela vida
Buscamos uma porta proibida
Felicidade não interrompida
É tudo que almejamos nós

Se estamos sós, se estamos sós
E não sabemos o que vem desse após [2x]

Há tanta mocidade, mas existe a distância
Há muito mais o vício, mas há muita ganância
A possibilidade de sentir a história
É ver numa batalha a provável vitória

É nunca mais ouvir ou gritar ou gemer
É nunca mais o passo do caminho perder
É vir aonde vós, onde tu, onde eu
Ganhar luminescência para quem mereceu, é

Estamos de passagem pela vida
Buscamos uma porta proibida
Felicidade não interrompida
É tudo que almejamos nós

Se estamos sós, se estamos sós
E não sabemos o que vem desse após [4x]

Envie essa música para um amigo

Album: Cidades e lendas (1996)
Gravadora: BMG
Ano: 1996
Faixa: 8
  • publicidade