Orquidea Negra

Zé Ramalho

Atenção artilheiro
Três salvas de tiros de canhão
Em honra aos mortos da Ilha da Ilusão
Durante a última revolução do coração e da paixão
Apontar a estibordo… Fogo!

Você é a orquídea negra
Que brotou da máquina selvagem
E o anjo do impossível
Plantou como nova paisagem

Você é a dor do dia a dia
Você é a dor da noite à noite
Você é a flor da agonia
A chibata, o chicote e o açoite

Lá fora ecoa a ventania
E os ventos arrastam vendavais
Do que foi, do que seria
Do que nunca volta jamais

Parece até a própria tragédia grega
Da mais profunda melancolia
Parece a bandeira negra
Da loucura e da pirataria
Atenção, artilheiro…


Envie essa música para um amigo

Album: 20 Supersucessos - Zé Ramalho (2005)
Gravadora:
Ano: 2005
Faixa: 4
  • publicidade
  • Top Músicas
  • 01 Entre A Serpente E A Estrela
  • 02 Chão De Giz
  • 03 Garoto de Aluguel
  • 04 Galope Rasante
  • 05 Frevo Mulher
  • 06 Admiravel Gado Novo
  • 07 Fica Mal com Deus (part. Luiz Gonzaga)
  • 08 Kamikaze
  • 09 Força Verde
  • 10 Sinônimos (Ao Vivo)