foto

Posto Da Esquina

Zazá e Zezé

Naquele posto da esquina
Onde eu ia abastecer
Todos dias de tardinha
Eu saia com você

O malvado do bombeiro
Quando vinha me atender
Com os olhos procurava
Um jeitinho de te ver

Bombeiro maldito
Roubou meu amor
Bombeiro maldito
Me causou grande dor

Mas o tempo foi passando
Eu fiquei desesperado
Lá no posto da esquina
Eu voltei acelerado

Encostei o carro na bomba
Veio o bombeiro malvado
Me pedindo os parabéns
Com ela estava casado

Bombeiro maldito.
publicidade