Vivendo do Ócio

Lado Ruim

Vivendo do Ócio

É tão difícil compreender
Suas teorias de amor moderno
Que não existem para mim
Algum dia vou saber
Mas agora nem há porque
Ainda guardo os meus clichês
Para outro alguém
Eu acredito no amor
Que você nunca me deu
Um dia essa agonia vai acabar
Não precisa mais ligar
Pra você não vou estar
Nem que sua irmã me peça pra eu atender
Vai dizer que estou em contradição
Mas é só o lado bom do meu coração
Que me afasta de você
Quatro e vinte da manhã
Eu ainda acordado
Esperando a droga do telefone tocar
Não suporto mais esperar
Olho a cerveja e a TV
Já não querem mais me acompanhar
Sei o meu dia acabou
Não consigo mais beber
E não sei a que horas vai amanhecer
publicidade