Viola Urbana

Telha Nua - Flor D'agua

Viola Urbana

Todo dia minha mãe dizia
Que ao meio-dia era pra almoçar
E gritava pra cima da telha:
Menino, já desça, pare de brincar...

Lá, em cima do telhado
Meu sonho encantado
Era pertinho do céu
E se todos lá embaixo
Pensassem assim tão alto
Vinham brincar aqui
Comigo no telhado...

Mesmo quando a gente cresce
Fatos de criança não desaparecem
O lugar, a casa, a rua
Uma telha nua sem ninguém por lá...

Lá, em cima do telhado
Meu sonho encantado
Era pertinho do céu
E se todos lá embaixo
Pensassem assim tão alto
Vinham brincar aqui
Comigo no telhado...


Maria tomando banho
Nas águas claras do rio
Seu corpo jovem, moreno
Não sente o rigor do frio
Boiando à flor d'agua vai
Embalando os sonhos teus
Eu sonhando, alimentando
Os sonhos que são bem meus:

Hei de casar com Maria
Na festa da padroeira
Deixar morrendo de inveja
As moças namoradeiras...

Já vejo o corpo moreno de rendas brancas vestido
E botões de laranjeira pondo o cabelo florido
Maria, minha Maria vou dar-te tudo o que tenho
Meus canaviais tão lindos minha senhora do engenho...
publicidade