Fazenda Paraíso

Victor e Leo

Estradinha de cascalho
Que eu uso como atalho
Pra minha fazenda Paraíso

Os meus filhos e a patroa
Boi, viola e pinga boa
É tudo na vida que eu preciso

Na minha fazenda
Todo mundo vive bem
E penso até feliz assim não ter ninguém

Fico as vezes da janela
Vendo tanta coisa bela
Vem chegando a garoa fina

Molha o pasto e a boiada
E o milho da baixada
Como é feliz a minha sina

Se é de dia toco o boi
Se é noite, a viola
E toco até ver a primeira
Luz da aurora

Mas só eu sei de mim
Quanto esforço foi preciso
Pra ter um fim assim
Na minha fazenda Paraíso