Perfume Barato (Ao Vivo)

Vanessa da Mata

Adoro deitar no seu peito, sentir você
Grudar o meu corpo no seu, meio sem querer
Você sempre acha que eu tô sonhando e não...
Eu sei muito bem o que faço
Procuro seus braços

Adoro olhar o seu rosto, beijar você
Achar que a vida é mais simples do que me anunciam
Que o diabinho que me distrai é o caos
E nesse perfume barato contém solidão

Brincando de ser sua dona
Querendo ser a única
Tentando por fim que você seja
O único homem pra mim
(2x)

Eu te guardo como a coisa mais bela
Eu te tenho como alguém imortal
Não sei se sou tão sincera
Mas eu sou tua afinal
Há uma mulher seguindo seus passos
E a fidelidade pisca pra mim
Nisso sejamos justos
Se você for quero ir

Pode ser prioridade mas exclusividade não
  • publicidade