foto

Me Ama - Mama

Valesca Popozuda

Muita polêmica, muita confusão
Resolvi parar de cantar palavrão
Então por isso, negão
Vou cantar essa canção

Quando eu te vi de patrão,
De cordão, de R1 e camisa azul
Logo eu me apaxonei
Percebi que você já não era mais um
Eu sei que você já é casado
Mas me diz o que fazer
Porque quando o amor bate forte
É que vem a vontade de dizer

Ama, me ama com vontade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
Minha vontade é te dizer

Ama, me ama de verdade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
Minha vontade é te dizer

Ama, me ama com vontade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
Minha vontade é te dizer

Ama, me ama de verdade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
És a luz do meu viver

E aí Catra?
Tô morrendo de saudades
Qual vai ser?
Manda o papo negão

(Catra)
Quando eu te vi no portão
De trancinha, tamanco e vestido azul
Logo percebi que era amor
Porque ali logo vi que não era comum
Pedi o telefone, um abraço
Mas eu fiquei sem entender
Porque quando o amor bate forte
Vem a vontade de dizer

Ama, ama com vontade ama
Me leva hoje pra sua cama
Ah, maravilha

Ama, me ama de verdade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
És a luz do meu viver

Pô, Valesca
Você sabe que no meu harém
De mulheres tem mais de cem
Mas eu fui a única que me liguei
Que o amor não se nega a ninguém
E hoje quando você pede

Ama
Eu te ofereço o meu calor
Eu te ofereço o meu amor
Então negão, não me deixa por favor

Ama, me ama com vontade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
Minha vontade é te dizer

Ama, ama com vontade ama
Me leva hoje pra sua cama
Eu preciso de você
És a luz do meu viver

Então ama, então ama
Por favor

(Vem me amar... Vem)

Ama


publicidade