foto

Feira de Ciências

Tópaz

Se você quiser desabafar
Despejar seu mundo no meu mural
Nem começa!

Descreve tudo aqui
Nesse cartaz com gráficos
De quanto você me quer
Muito longe

Você nem se deu ao trabalho
De visitar o meu stand
Como eu queria

Me diz por que dessa autópsia
Se eu não tenho coração

Se talvez não entender
Eu desenho para você
Não disfarça! Não disfarça!

Se talvez não entender
Eu desenho para você
Te odeio! Te odeio!

Você nem se deu ao trabalho
De olhar a todo instante
Como eu merecia

Me diz por que dessa autópsia
Se eu não tenho coração
Me diz por que. Me diz por que

Se talvez não entender
Eu desenho para você
Não disfarça! Não disfarça!

Se talvez não entender
Eu desenho para você
Te odeio! Te odeio!

Se você não entendeu a minha exposição
Vai ver te superestimei
É que eu costumo ver o lado bom
De quem não tem nada a oferecer

publicidade