foto

Meus 26

Tim Bernardes

É, parece que eu completei
Meus 26
Que tudo conspirou até aqui
E terminou de uma só vez

São Paulo, minha casa
Minha vida se parece com você:
A ruína morta viva do trabalho
Que não para pra não ver

A Bahia continua como um sonho lindo
Do que eu quero conhecer
Minas, meu amor, o meu afeto
Pra se um dia eu me esquecer
Minha beleza, o Rio de Janeiro continua lindo
Mas não anda muito bem
Um centro, um norte que eu quase pressinto
Que eu perdi ou que ainda vem

No Sul o Rock N'Roll passou do ponto
Há quem diga que morreu
Mas minha energia adolescente
Não esquece o que aprendeu
Meu país, minha cabeça variada, quer ser tudo de uma vez

E a minha visão curta, inacabada
Que olha tudo mas não vê

Vai chegar dois mil e vinte
Como chegou o dois mil
Qual história se repete?
Qual a gente nunca viu?
Mostrar o Brasil pro mundo
Ou o mundo pro Brasil?

É, parece que eu exagerei
Mais uma vez
Que o corpo e o coração não deram conta
De alcançar o que eu pensei
A transformação do ano de Saturno não foi fácil pra ninguém

Presos entre um fim e um recomeço
Ou entre o começo e o fim

No céu eu reconheço algum mistério
Que existe dentro de mim
O escuro às vezes lembra o infinito
Às vezes me lembra o fim
O mundo tem mil coisas invisíveis
Nada é só concreto assim

Vai chegar dois mil e vinte
Como chegou o dois mil
Qual história se repete?
Qual a gente nunca viu?
Brasil, internet, mundo
Mundo, internet, Brasil

Vai chegar dois mil e vinte
Como chegou o dois mil
Qual história se repete?
Qual a gente nunca viu?
De dois mil e dezessete
São Paulo SP, Brasil

compositores: Tim Bernardes
Enviada por padre


publicidade
publicidade