Acho que o tempo passou para nós
Alguma coisa ficou para trás
E olhar pra frente é em vão
Não dá pra ver tão de dentro e perto

Quem não vê tenta lutar, controlar
Sofre por imaginar o pior
Será que não é cansar e lutar à toa?
Se afinal de contas

Fases, fases vão passando
Eu não posso mais lutar contra
Medos, medos também passam
Eu nunca deixei de enfrentar

Trago marcas do caminho
Perdi a pureza da infância
Trato as marcas com carinho
Elas já são parte de mim

Destruí meu velho eu para mim
Enterrei Deus no quintal, no jardim
Matei minha mãe, o meu pai
Me perdoei, seguimos todos vivos

De fato um ciclo fechou outra vez
Vimos que a barra pesou, pode crer
O mundo teve que andar mais devagar
Para olhar pra dentro

Paro, saio, me retiro
Me penduro comigo mesmo
Já não tento, já não falo
Só existo e deixo passar

Faço a limpa no armário
Abandono os meus personagens
Quase sonho meu futuro
Mas espero a hora chegar

compositores: Tim Bernardes
Enviada por aninhaa


publicidade
publicidade