Quem será o felizardo que toda noite sente seus carinhos?
Quem será o felizardo que toda noite sente os seus beijinhos?
Quem será o felizardo que a todo instante terá o seu calor?
Lhe beijar a sua boca e sentir a ânsia louca do seu amor

Pobre de mim
Que vivo pensando nela
Pobre de mim
Que sofro tanto por ela

Ai, ai, meu Deus
A vida é mesmo assim
Quem me quer, eu não quero
E quem eu quero não gosta de mim
publicidade