Não sei por que Mariazinha
Essa cabocrinha
De um olhar sereno

Tem ciúmes da Tereza
Uma camponesa
De rosto moreno

Tereza tem tantas belezas
Que ficou gravada
No meu coração

Maria, muito bonitinha
Embora ciumenta
Ela tem razão

Agora vivo num dilema
Porque Iracema
É meu amor primeiro

Aguarde nosso casamento
E pra meu contento
Ela tem dinheiro

Maria que me desculpe
Tereza também
Não posso me casar com ela
Mas continuo querendo bem

Mariazinha já me prometeu
Será madrinha de um filho meu
E a Tereza é quem vai crismar
A Iracema não pode se opor

A vizinhança é quem vai falar
Que a minha comadre
Já foi meu amor

A vizinhança é quem vai falar
Que a minha comadre
Já foi meu amor
publicidade