Teodoro e Sampaio

Beijando a Boca do Copo

Teodoro e Sampaio

Garçom traga mais uma cerveja
Porque hoje com certeza quero me embreagar
E afogar a minha mágoa meu despeito
Uma dor dentro do peito que machuca sem parar

Não me julgue como um pobre coitado
Poque eu fui o culpado por estar sofrendo assim
Cometi um grande erro maltratando
O amor que jurei fazer feliz até o fim

De vergonha eu não te peço pra voltar
Outra chance te impedir sei que não posso
acabar com a solidão eu me conforto
Namorando com a bebida e beijando a boca do copo
publicidade