foto

Cidade Triste

Teixeirinha

Naquela cidade triste
Que chamam de campo santo
Ali deixei certa vez
A amãe que eu amava tanto
Saí no mundo rolando
Eu era tão garotinho
Todos tinham mamãezinha
Só eu coitado não tinha
Para me dar um carinho

Aí, mãezinha não pode ver
Este seu filho crescer
E ser o que eu sou agora
Aí, chorava eu faço uma idéia
Ia sentar na platéia
Me aplaudir nesta hora

Se ela estivesse viva
Que prazer ia sentir
Ver a mary terezinha
Tocando prá ela ouvir
Que pena mamãe não ver
Os meus milhares de fãs
Ia prezar como eu prezo
Ia rezar como eu rezo
No programa das manhãs

Aí, meus versos não vaguem ao léu
Dá um pulinho no céu
Ver minha mãe minha santa
Aí, vá lá na eternidade
Leve um beijo de saudade
Deste seu filho que canta.
publicidade