foto

Jogo Estranho

Silva

O mundo é um jogo estranho
Eu não sei bem jogar
As perdas e os ganhos
Esqueço de somar

Trancado nessa casa
Acendo meu cigarro
E pego um violão
Olhando da janela
Eu tomo um outro trago
Dessa solidão

O amor é um dia estranho
Que o sol não quis brilhar
Mas de repente brilha
E me faz repensar

Que mesmo nessa casa
Sem o seu abraço
E o seu coração
Eu bato as minhas asas
Pra te ver de novo
Na imaginação

Amor de quarentena
Futuro a tropeçar
Não vai mais ser problema
Se o mundo acabar

Mas se não acabar
Quando eu te encontrar
Tudo vai ser melhor
Olhei lá no futuro
A gente fez um mundo
E ninguém era só
publicidade
publicidade