foto

Acidental

SILVA

Tão acidental
Decretou o fim
E foi pra rua sem deixar aviso

Quis achar um par
E há quem diga sim
No entanto a sorte andava de castigo

E agora segue só
Eu nunca fico só

E acabou no contratempo
Que hoje pulsa fora do lugar
Era amor, um mal concreto
Era festa pronta pra acabar.
publicidade
publicidade